“Mayra Pinheiro é responsável por muitas mortes”, diz Omar Aziz

“Mayra Pinheiro é responsável por muitas mortes”, diz Omar Aziz


O presidente da CPI da Covid-19, senador Omar Aziz (PSD-AM), afirmou, nesta quinta-feira (5/8), que a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, do Ministério da Saúde, Mayra Isabel Correia Pinheiro, só está na pasta por pressão do Palácio do Planalto.

Aziz defendeu que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, “não tem autonomia nenhuma para trocar ninguém” no corpo de servidores da pasta. “Essa senhora [Mayra Pinheiro] contribui com o quê? Com mortes. Mas está lá, ela é personalidade do Palácio do Planalto, não do Queiroga”, disse.

O senador voltou a defender o afastamento da “Capitã Cloroquina”, como é conhecida, do cargo que exerce no ministério. “A Justiça sabe que ela [Mayra] é a responsável pela morte de muitos amazonenses e ela não ficará impune. Foi para o meu estado levar um tratamento precoce que não servia para absolutamente nada e o povo morrendo sem oxigênio”, continuou.

No retorno dos trabalhos, em sessão na terça (3/8), a CPI aprovou a apresentação de um pedido judicial solicitando o afastamento da servidora. O colegiado justifica que “há elementos suficientes para apontar a participação direta e inequívoca da senhora Mayra Isabel Correia Pinheiro na condução do Governo Federal que levou ao presente caos, de mais de 550 mil mortos”.

“A sua manutenção no cargo mostra que nada mudou, apesar da última troca do ministro, trazendo prejuízos óbvios para a população brasileira, bem como para a apuração dos fatos”, explicam os parlamentares no requerimento apreciado pela comissão.

Metrópoles