Novo secretário da Saúde diz que primeiro compromisso é vacinar todos os cidadãos cearenses

Novo secretário da Saúde diz que primeiro compromisso é vacinar todos os cidadãos cearenses


Novo secretário da Saúde do Ceará, o médico Marcos Gadelha afirma que dará continuidade ao atual projeto na gestão da pasta. Saída de Dr. Cabeto, ex-secretário, foi anunciada na terça-feira, 17. Em sua primeira fala após nomeação, ele assume o compromisso de "trabalhar para que todo cidadão cearense seja vacinado". 

Declaração foi feita em vídeo publicado pela assessoria da pasta. Nome do titular da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) foi anunciado pelo governador Camilo Santana (PT), no início da tarde desta quinta-feira, 19.

Novo gestor participa do governo desde em 2015, quando foi diretor-geral do Hospital de Messejana, em Fortaleza. Também foi secretário-adjunto da Saúde do Ceará de 2015 a 2018. Até hoje, o médico ocupava o cargo de secretário executivo de Políticas em Saúde do Ceará. "Acabei de aceitar o desafio do governador Camilo Santana de assumir a secretaria da Saúde do Estado. Primeiro queria dizer que é uma honra e um desafio enorme para um gestor assumir a pasta relativa ao setor da Saúde. Existe um projeto dentro do atual governo que precisa ter continuidade", promete.

Ele detalha  que projeto inclui uma Plataforma de Modernização da Saúde. "A gente tem que trabalhar com transparência, valorizando as pessoas; trabalhar de forma eficiente e com o cuidado centrado no cidadão", diz. 

O secretário frisou ainda que pasta dará prosseguimento ao projeto de regionalização da assistência em saúde para que a população não precise se deslocar para ter acesso a algum tipo de serviço. "O primeiro compromisso que eu, como secretário do Estado, quero assumir com todo cidadão cearense é de trabalhar para que todo cidadão cearense seja vacinado porque a gente acredita na ciência", afirma.

Ele falou sobre a importância de trabalhar de forma preventiva no que se refere ao enfrentamento à Covid-19. Gestor alertou para que a população continue usando máscara, higienizando as mãos e tendo cuidado com familiares, principalmente os que têm perfil de risco.

O Povo Online