Novos estudos revelam alta proteção da vacina Coronavac contra variante delta

Novos estudos revelam alta proteção da vacina Coronavac contra variante delta


Um estudo conduzido pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC chinês) e pela Escola de Saúde Pública da província de Guandong, na China, revelou que as vacinas Coronavac apresentaram proteção de até 100% para casos graves de covid-19 causadas pela delta. Já para a pneumonia causada pela variante, a proteção ficou entre 69,5% até 77,7%.

Segundo a reportagem da Folha de S.Paulo, o artigo foi enviado para publicação na principal revista científica da área médica, The Lancet, e divulgado na página oficial de pré-prints, de artigos ainda sem a revisão pela revista.

Para avaliar a efetividade das vacinas inativadas produzidas pelo laboratório Sinovac em relação à delta, os pesquisadores coletaram dados de 10.813 casos confirmados de covid ou de pessoas que tiveram contatos próximos com infectados.

Dentre os indivíduos incluídos na pesquisa, 54,4% eram não vacinados, 28,95% receberam pelo menos uma dose da vacina e 14,6% receberam as duas doses. A maioria dos participantes recebeu pelo menos uma dose ou as duas injeções da Coronavac (51,3% e 58,3%, respectivamente).

Segundo a reportagem da Folha de S.Paulo, o artigo foi enviado para publicação na principal revista científica da área médica, The Lancet, e divulgado na página oficial de pré-prints, de artigos ainda sem a revisão pela revista.

Para avaliar a efetividade das vacinas inativadas produzidas pelo laboratório Sinovac em relação à delta, os pesquisadores coletaram dados de 10.813 casos confirmados de covid ou de pessoas que tiveram contatos próximos com infectados.

Dentre os indivíduos incluídos na pesquisa, 54,4% eram não vacinados, 28,95% receberam pelo menos uma dose da vacina e 14,6% receberam as duas doses. A maioria dos participantes recebeu pelo menos uma dose ou as duas injeções da Coronavac (51,3% e 58,3%, respectivamente).

Correio 24 horas