Personal trainer é preso após exigir dinheiro para não vazar fotos íntimas de alunas, no Ceará

Personal trainer é preso após exigir dinheiro para não vazar fotos íntimas de alunas, no Ceará


Um personal trainer foi preso, nesta terça-feira (24), em Tauá, no interior do Ceará, suspeito de extorquir vítimas ao exigir dinheiro para não vazar fotos íntimas delas na internet. O homem, identificado como Nonato Lopes do Nascimento, 30 anos, aproveitava quando as alunas estavam distraídas para acessar o celular delas e conseguir as imagens, conforme a Polícia Civil do estado (PC-CE).

A reportagem entrou em contato com a mulher de Nonato Lopes, mas ela não quis se manifestar sobre o assunto. As investigações policiais foram conduzidas por agentes da Delegacia Regional de Tauá. O profissional oferecia serviços de personal trainer para vários clientes da cidade. Ele foi capturado na casa onde morava.

Ameaça por R$ 30 mil
A investigação, que resultou na prisão do suspeito, iniciou quando uma das clientes denunciou que, após ele copiar fotos íntimas de seu celular, o personal trainer passou a chantageá-la, exigindo uma quantia de R$ 30 mil para não divulgar as fotos na internet. A Polícia Civil informou que, assim que tomou conhecimento do caso, passou a realizar trabalho investigativo, com oitivas de outros envolvidos.

Após denúncias feitas por uma segunda aluna, que também estava sendo chantageada, foi representada pela prisão preventiva do professor de educação física junto à Vara Única Criminal da Comarca de Tauá, que prontamente atendeu ao pedido.

Segundo a PC-CE, foi comprovado nas investigações que, pelo menos, duas mulheres estavam sendo extorquidas pelo suspeito. No entanto, os policiais acreditam haver outras possíveis vítimas do educador físico. Com isto, a apuração do caso continua, e as autoridades reforçam a importância de que novas denúncias sejam feitas. Nonato Lopes do Nascimento agora se encontra à disposição da Justiça.

G1 CE