Vendedor de morangos aposta na honestidade das pessoas e aumenta faturamento

Vendedor de morangos aposta na honestidade das pessoas e aumenta faturamento


Um vendedor de frutas, que trabalha em um semáforo de Curitiba, no Paraná, apostou na honestidade do brasileiro e está vendendo fiado por Pix. Junto com as caixas de morango, o empreendedor Diego Saldanha, de 35 anos, entrega rapidamente um cartão com o número da chave Pix dele, para os motoristas pagarem depois.

Ele trabalha há anos na esquina da rua Pedro Viriato Parigot de Souza com a Major Heitor Guimarães e conta que teve a ideia porque o semáforo lá abre em apenas 40 segundos: “Nem sempre dá tempo de o cliente pagar no cartão de crédito/débito […] Eu trabalho com maquina de cartão, ela ajuda, mas eu quero sempre inovar. Foi aí que mandei fazer cartões e coloquei minha chave Pix e o QR Code do Pic Pay”, afirmou Diego Saldanha em entrevista ao Só Notícia Boa.

A primeira coisa que vem a cabeça é o possível calote, mas Diego diz que a honestidade do brasileiro fala mais alto. “Muita gente me disse que era loucura que as pessoas não iriam pagar, mas eu penso ao contrário: os bons são a maioria e eu acredito na honestidade das pessoas”, afirmou Diego ao SNB.

“Claro que no meio de 500 vendas que eu faço, uma ou duas eu levo o golpe, mas 99,9% das pessoas pagam certinho. Ela saem daqui, depositam no caminho, às vezes 5 minutos, 10, meia hora depois e o depósito, a transferência do Pix chega”, diz o empreendedor no vídeo postado no Instagram.

Diego revela que a ideia de vender fiado e dar o cartão dele junto com a caixinha de morangos começou no mês passado. “Comecei a vender com Pix já no primeiro dia que liberou [a ferramenta de pagamento], mas a ideia de dar o meu cartão com o número da chave é recente. Tem um mês mais ou menos”. E pode até parecer loucura, mas deu certo. “A iniciativa ainda está no começo, mas posso dizer sem medo de errar que as vendas aumentaram em 50%”, garante.

A Rede