Assembleia para comissão da eleição do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santa Quitéria é anulada e vai parar na Polícia

Assembleia para comissão da eleição do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santa Quitéria é anulada e vai parar na Polícia


A assembleia para a escolha da comissão eleitoral que vai coordenar as eleições do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santa Quitéria pegou fogo nesta quinta-feira (09), dando os primeiros indícios de como será tumultuada a disputa. Mesmo com a votação tendo ocorrido na EEEP Monsenhor Luís Ximenes, o ato preparatório foi anulado, o que desencadeou uma confusão que foi parar na Delegacia de Polícia Civil.

A frente desta assembleia, estava o presidente da CUT/CE Wil Pereira. Mais de 200 sindicalizados presentes e aptos a participar votando em uma das duas chapas - lideradas por Expedita Pereira e Cícero Lopes -, porém em virtude de não haver mais o crachá, cerca de 12 pessoas improvisaram os votos em pedaços de papeis. No ato da apuração, foi solicitado pelo grupo ligado a Cícero que os votos fossem conferidos com a lista de presença no intuito de evitar fraudes, gerando um bate boca e pressão que, por pouco, não foi às vias de fato entre os próprios filiados.


Diante dos ânimos exaltados, Wil resolveu anular a votação. Policiais militares foram chamados ao local, onde apreenderam o material que foi levado para a Delegacia, onde os envolvidos e seus advogados prestaram depoimento até o final do tarde para apurar se houve alguma irregularidade.

Conforme o calendário da entidade, estava previsto para que a eleição ocorresse em outubro, porém diante deste fato, deve-se postergar mais um pouco. Uma nova assembleia para definir esta comissão deverá ser realizada, com data a ser divulgada em breve pelo presidente Junior do Sindicato, este que repassará o cargo após oito anos no comando.