Homem é preso suspeito de assassinar vizinha com 12 facadas em frente à filha dela

Homem é preso suspeito de assassinar vizinha com 12 facadas em frente à filha dela

 

O homem foi preso dentro de casa, a poucas quadras do local do crime. Segundo a polícia, ele ficou quieto durante o interrogatório e disse que só falaria em juízo.

As roupas que a polícia suspeita que foram usadas no momento do crime foram apreendidas. A faca não foi encontrada.

Investigação

De acordo com o delegado que investiga o caso, Tiago Nóbrega, a vítima foi encontrada morta pelo marido, que tinha saído para comprar o jantar.

As investigações apontam que o suspeito tinha discutido com a vítima e o marido dela horas antes do crime.

Segundo Nóbrega, após a briga, a vítima e o marido voltaram para casa, e o suspeito foi embora do local.

"O marido saiu para comprar cigarros e quando voltou, encontrou ela esfaqueada", afirmou.

De acordo com o delegado, o crime foi cometido em poucos minutos, com a vítima na cama, ao lado da filha de três anos.

O suspeito preso, segundo a polícia, tem várias passagens pela polícia e usava tornozeleira eletrônica.

"No momento do crime, segundo até as próprias testemunhas, ele estava com papel alumínio na tornozeleira, para bloquear o sinal do aparelho", afirmou o delegado.

G1