Moradores reclamam de tráfego de caminhões e poeira em estrada para pedreira de Santa Quitéria

Moradores reclamam de tráfego de caminhões e poeira em estrada para pedreira de Santa Quitéria


O tráfego de caminhões por uma estrada de terra tem causado problemas para moradores do assentamento Riacho Novo, zona rural de Santa Quitéria, há cerca de uma década. A estrada dá acesso a duas indústrias, sendo uma mineradora e é bastante utilizada para escoar a produção de rochas ornamentais.

De acordo com os moradores, quando os caminhões passam acabam trazendo poeira para dentro das casas. Além de muita sujeira, alguns passaram a sofrer com problemas respiratórios, sendo um problema bastante recorrente nos tempos de estiagem.

"A primeira reclamação por parte da comunidade foi em 2014. Levamos ao conhecimento do INCRA, como é um assentamento federal, buscamos ajuda lá e não foi solucionado e até hoje continuamos com o mesmo problema. Procurei muito o poder público municipal, isso desde 2011 e nada resolvido até agora", explica Eliton Mesquita, presidente da associação local.


Na região, estão instaladas a Ceará Stones - que extrai o Granito Branco Ceará e comercializa para grande empreendimentos no Brasil, Argentina, China e Emirados Árabes - e a CERBRAS, que processa o pó do material e utiliza para revestimentos. Para tentar amenizar o problema, em dados momentos do ano funcionários jogam água na estrada, mas logo a água seca e a situação volta.

Para Eliton, a solução seria uma malha asfáltica ou pavimentação no trecho que compreende Riacho Novo. "A gente sofre tanto e se sente sem força, impotente. Pela maioria dos moradores do Riacho Novo, sou visto como líder e a comunidade procura a gente, e ficamos sem força", afirmou o representante, que já levou o caso também ao prefeito Braguinha e ao secretário de obras Josenias Magalhães.


Desde 2020, a Ceará Stones trabalha para tirar do papel, em conjunto com a Prefeitura, um desvio aproximado de 2 quilômetros, que não fora viabilizado ainda por conta da pandemia, segundo Jailton Pires, gerente de operações da empresa. Procurado pelo A Voz de Santa Quitéria, o mesmo informou que se reuniu na semana passada com Eliton e Josenias na empresa, onde foi enfatizada a urgência desta obra e que o secretário firmou o compromisso de apresentar ainda nesta semana o projeto para começar a execução.