Mulher é achada morta após pedir consulta de emergência com psiquiatra

Mulher é achada morta após pedir consulta de emergência com psiquiatra


Diagnosticada com ansiedade severa, Natasha Adams, de 25 anos, foi encontrada morta dentro de casa, em Solihull, na Inglaterra. De acordo com o jornal britânico The Mirror, a mulher, mãe de três crianças, teria solicitado uma consulta de emergência com uma equipe de psiquiatras.

Porém, conforme a publicação, os médicos se atrasaram para a consulta, que seria na residência de Natasha. A visita ocorreria em 12 de agosto. O grupo de médicos chegou ao local horas depois do combinado, bateu à porta e não foi atendido.

O corpo de Natasha foi encontrado no dia seguinte por um vizinho, de acordo com a família da vítima.

Segundo relato da mãe dela, Marie, Natasha estava viajando quando decidiu voltar para casa e procurar o Hospital Queen Elizabeth, em Birmingham. A visita ocorreu em 11 de agosto, e ela pedia ajuda para tratar a ansiedade.

No Birmingham Mental Health Hospital, Natasha encontrou reforço, mas só conseguiria ser atendida no dia seguinte. “Ela foi para o pronto-socorro. O hospital disse que providenciariam para que a equipe de atendimento domiciliar de saúde mental viesse vê-la na manhã seguinte”, contou a mãe.

Sua mãe disse que a ex-cabeleireira sofria de problemas de saúde mental desde a infância, quando também precisou de uma operação cardíaca. Marie lamentou a partida da filha.

Metrópoles