Suspeito mata "rival" a tiros e corta a língua dele por falsas acusações

Suspeito mata "rival" a tiros e corta a língua dele por falsas acusações


Um homem foi preso nessa segunda-feira (27/09) por equipes da força-tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Piauí e da Polícia Militar na zona rural entre Teresina e União. O homem é acusado de assassinar um "rival" a tiros e decepar a língua da vítima. As informações são da TV Cidade Verde.

Segundo o suspeito, a vítima estaria o acusando de participar de um latrocínio na cidade de União. “Ele estava me acusando de um latrocínio que eu não tenho participação (…) a última vez que eu fui conversar com ele, ele tentou me matar, pra não morrer eu tive que matar ele, foi o jeito eu fiz isso aí, o homicídio eu tenho tenho culpa mas o latrocínio eu não respondo não”, declarou o acusado à reportagem.

Em entrevista à TV Cidade Verde, o coordenador da Força Tarefa, Audivam Nunes, declarou: “Ele é um indivíduo de alta periculosidade, é um indivíduo procurado pela polícia do Distrito Federal onde ele cometeu lá assalto a mão armada, ele responde aqui também no estado do Piauí por um homicídio que ele confessou”. O acusado voltará a cumprir a pena no qual ele estav]a foragido em regime fechado.