Terceira dose no Ceará será preferencialmente da marca Pfizer

Terceira dose no Ceará será preferencialmente da marca Pfizer

 

O Ceará deverá usar preferencialmente doses da marca Pfizer para a vacinação de terceira dose em idosos e pacientes imunossuprimidos. Segundo a pasta, o Estado recebeu na segunda-feira, 20, 33.643 doses do imunizante da Pfizer, que devem começar a ser enviadas nesta quinta-feira, 23. Outras marcas serão também utilizadas, mas terão prioridades para outros grupos. 

As 300 mil doses de CoronaVac recebidas por meio de compra direta com o Governo de São Paulo e o Instituto Butantan são usadas na população adulta. Assim, a Sesa espera remanejar os imunizantes de outros fabricantes para realizar a vacinação de adolescentes e cumprir a aplicação de terceira dose (D3) no público-alvo.

De acordo com o Ministério da Saúde, o reforço deve ser realizado, preferencialmente, com Pfizer/BioNTech. Entretanto, doses da Janssen ou da AstraZeneca as alternativas. "Podemos ajustar nossas vacinas para aplicar a terceira dose nos idosos e vacinar os nossos adolescentes. Por uma questão de prudência do próprio comitê, estamos aguardando a autorização da Anvisa para que a gente possa fazer essa solicitação das três milhões de doses da CoronaVac”, afirmou Camilo Santana durante a coletiva de entrega dos lotes aos estados por meio de compra direta na quarta-feira, 22. 

A responsabilidade de agendamento e de vacinação é de cada prefeitura municipal. A Capital já agendou cerca de 27 mil idosos para o sábado, 25, e as listas com o nome dos idosos agendados para data já está disponível no site da Prefeitura.

O povo