CPI da Covid incluirá no relatório fala de Bolsonaro que relaciona vacina contra Covid à Aids

CPI da Covid incluirá no relatório fala de Bolsonaro que relaciona vacina contra Covid à Aids


O vice-presidente da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmou nesta segunda-feira (25) que a declaração feita pelo presidente Jair Bolsonaro que relaciona a vacina contra a Covid-19 à Aids será incluída no relatório final da comissão. A fala de Bolsonaro ocorreu durante a live da última quinta-feira (21). Em nota, o Comitê de HIV/aids, da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) ressaltou que "não se conhece nenhuma relação entre qualquer vacina contra a COVID-19 e o desenvolvimento de síndrome da imunodeficiência adquirida".

“Nós não só incluiremos no relatório final como incluiremos uma recomendação às redes sociais - Facebook, Instagram, Twitter e Youtube - para que tomem as providências devidas sobre a reiterada prática de crime por parte do presidente da República”, disse Rodrigues ao jornal O Globo. A CPI também vai solicitar ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes que o presidente seja investigado no âmbito do inquérito das fake news pelo que disse.

Neste domingo (24), o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) protocolou um requerimento em que pede à CPI que acione o STF para análise das declarações. Além disso, parlamentares do Psol e do PDT também solicitaram uma investigação na Corte sobre a fala do chefe do Executivo. A live foi retirada do ar pelas plataformas. Bolsonaro afirmou que apenas repetiu a matéria de uma revista durante a transmissão.

Gazeta do Povo