Monsenhor Tabosa: Homem que matou amigo por causa de dois isqueiros é condenado a 14 anos de prisão

Monsenhor Tabosa: Homem que matou amigo por causa de dois isqueiros é condenado a 14 anos de prisão


A Justiça de Monsenhor Tabosa condenou, em julgamento ocorrido nesta terça-feira (26), um homem de 20 anos a cumprir pena de 14 anos de prisão por homicídio qualificado (motivo fútil).

O crime ocorreu em 10 de agosto de 2017, quando Isaque Morais de Sousa efetuou três perfurações a faca contra Estênio Veras de Araújo, 24. O acusado se encontra preso desde então. Em seu depoimento, a vítima levava Isaque na garupa de sua moto, quando ele sacou uma faca e o golpeou, alegando que este teria pego dois isqueiros de sua propriedade.

O julgamento foi conduzido pelo juiz Isaac de Medeiros Santos. No decorrer do júri, familiares de Estênio apresentaram cartazes clamando por justiça.