Quatro homens suspeitos da morte de aluno de autoescola são presos tentando fugir por lagoa, no Ceará

Quatro homens suspeitos da morte de aluno de autoescola são presos tentando fugir por lagoa, no Ceará


Quatro homens foram presos, em flagrante, suspeitos de envolvimento na morte de um aluno de autoescola, crime ocorrido nesta segunda-feira (25), no Bairro Messejana. O grupo foi capturado no Bairro Sabiaguaba, também na capital, com uma arma de fogo e drogas. No momento da captura, três dos suspeitos entraram numa lagoa para tentar fugir, enquanto outro foi alcançado pela polícia num matagal próximo.

Na ação, foram apreendidos um revólver calibre 38, duas munições, além de quase meio quilo de maconha e 26 trouxinhas de cocaína, que estavam em mochilas que os indivíduos haviam dispersado na mata. Os suspeitos abandonaram o veículo utilizado na fuga próximo à Lagoa da Precabura e tentaram fugir a pé, entrando em uma área de mata. A aeronave Fênix 03 da Ciopaer auxiliou nas buscas e os quatro suspeitos foram localizados.

Três deles estavam dentro da lagoa, e o quarto envolvido foi encontrado no matagal. Todos foram acompanhados pelos integrantes da aeronave, que sobrevoaram o local até a chegada das equipes em solo. Alisson Lima da Silva (24), e seu irmão, Aleff Lima da Silva (21), que não tinham passagens pela Polícia, foram presos. Com eles, estavam Wesley de Lima Bezerra (18) e João Victor Lopes (18), que já possuem antecedentes por tráfico de drogas.

O grupo foi conduzido até o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), onde foi instaurado um inquérito policial. Os envolvidos foram autuados pelos crimes de homicídio qualificado e por tráfico de drogas. A 3ª Delegacia do Departamento é responsável pela investigação do caso.


Trabalho conjunto
A prisão dos suspeitos aconteceu após trabalho conjunto realizado por equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) e pela Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Logo após o crime, o Sistema Agilis identificou o veículo utilizado pelos suspeitos e, de imediato, equipes da Polícia Militar foram acionadas.

Carros do Policiamento Ostensivo Geral (POG), do Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) e do Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE) realizaram diligências em busca dos suspeitos. Equipes das Forças de Segurança e da Perícia Forense (Pefoce) estiveram no local do crime, onde colheram as primeiras informações sobre o caso.

G1 CE