Segundo pesquisa, vacinados contra Covid-19 têm menos probabilidade de morrer de outras doenças

Segundo pesquisa, vacinados contra Covid-19 têm menos probabilidade de morrer de outras doenças


Pessoas que tomaram as vacinas contra Covid-19 não só têm menos probabilidade de morrer do vírus, mas também estão menos propensas a morrer de qualquer causa nos meses seguintes, relataram pesquisadores. A equipe de pesquisa tentava demonstrar que as três vacinas contra Covid-19 autorizadas para uso nos Estados Unidos – da Pfizer, da Moderna e da Janssen – são seguras e eles dizem que suas descobertas mostram isso claramente.

“Os imunizados com as vacinas Pfizer/BioNTech, Moderna ou Janssen tiveram menor risco de mortalidade por outras causas que não Covid-19 do que os grupos de comparação não vacinados”, escreveram os pesquisadores no relatório semanal do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos.

“As vacinas contra Covid-19 autorizadas nos Estados Unidos têm se mostrado continuamente seguras. Este estudo também confirma sua segurança”, afirmou à CNN Stanley Xu, pesquisador do Departamento de Pesquisa e Avaliação do Kaiser Permanente Southern California, que liderou a equipe do estudo.

“Na verdade, isso mostra que as pessoas vacinadas contra Covid-19 tiveram taxas de mortalidade mais baixas do que aquelas que não foram vacinadas, mesmo quando as mortes por Covid foram excluídas. Isso se soma às evidências de outros estudos que mostram que as vacinas são eficazes contra infecções por Covid-19.”

A equipe estudou 6,4 milhões de pessoas vacinadas contra a Covid-19 e as comparou a 4,6 milhões de pessoas que receberam vacinas contra a gripe nos últimos anos, mas que não foram vacinadas contra o coronavírus. Eles filtraram todos os que morreram de Covid-19 ou após um teste recente positivo para o coronavírus. “Durante o período de dezembro de 2020 a julho de 2021, os receptores das vacinas contra Covid-19 tiveram taxas mais baixas de mortalidade de outras doenças do que as pessoas não vacinadas após o ajuste para idade, sexo, raça e etnia e local do estudo”, escreveram.

Pessoas que receberam duas doses de vacinas da Pfizer tiveram 34% de probabilidade de morrer de causas não relacionadas ao coronavírus nos meses seguintes em comparação com pessoas não vacinadas, descobriu o estudo. As que receberam duas doses da vacina Moderna tiveram 31% de probabilidade de morrerem em relação às não vacinadas; e aquelas que receberam a vacina de dose única da Janssen (da Johnson & Johnson) tiveram 54% de probabilidade de morrer, disse Xu

Parte disso é provavelmente porque as pessoas que são vacinadas tendem a ser mais saudáveis do que as que não o fazem, observaram os pesquisadores. “O menor risco de mortalidade após a vacinação com vacinas contra Covid-19 sugere efeitos substanciais (ou seja, pessoas vacinadas tendem a ser mais saudáveis do que pessoas não vacinadas), que serão explorados em análises futuras”, escreveram os pesquisadores. “Esta descoberta reforça o perfil de segurança das vacinas contra Covid-19 atualmente aprovadas nos Estados Unidos. Todas as pessoas com 12 anos ou mais devem receber uma vacina contra Covid-19”, concluíram.

CNN Brasil