Um em cada 10 idosos no país faz consumo abusivo de álcool, diz estudo

Um em cada 10 idosos no país faz consumo abusivo de álcool, diz estudo


Recentemente, a rainha Elizabeth II foi aconselhada por médicos do Reino Unido a parar de tomar drinques diariamente, alegando que o uso excessivo do álcool prejudica a saúde dela, já idosa, com 95 anos. No Brasil, o cenário não é muito diferente. De acordo com um estudo conduzido pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), um em cada 10 brasileiros com mais de 60 anos faz uso abusivo de bebidas alcoólicas.

Segundo os pesquisadores, cerca de 2 milhões de idosos (6,7%) consomem várias doses em uma única ocasião. Isso é considerado um padrão de consumo abusivo, conhecido como binge drinking (beber em quantidades extravagantes) no exterior.

O levantamento aponta que 1,16 milhão (3,8%) costuma beber de sete a 14 doses por semana. No total, um em cada quatro idosos (23,7%) se considera consumidor de bebidas alcoólicas.

Para chegar aos resultados, foram analisados 5.432 brasileiros acima de 60 anos e coletados dados com mais 503 idosos atendidos em Unidades Básicas de Saúde (UBSs) no interior de São Paulo.

De acordo com a análise, quem mais faz consumo de risco são os homens entre 60 e 70 anos, sobretudo aqueles com maior escolaridade (acima de 9 anos de estudo). Com 70 anos, o consumo cai, com destaque para as mulheres. A região sudeste foi a campeã em ingestão de álcool.

Metrópoles