Adolescentes são resgatados de trabalho em andaime 'nas piores condições possíveis' no Ceará

Adolescentes são resgatados de trabalho em andaime 'nas piores condições possíveis' no Ceará

Auditores do Ministério do Trabalho flagraram no fim de semana três adolescentes trabalhando na obra irregular de construção de uma escola no município de São Benedito, a 360 km de Fortaleza. Os jovens que atuavam no local foram resgatados após a fiscalização.

Segundo o chefe da fiscalização do trabalho da superintendência regional do Trabalho no Ceará, Daniel Arêa, os adolescentes foram vistos em um andaime "nas piores condições possíveis".

“Esses três adolescentes foram flagrados trabalhando em um andaime de cinco metros de altura em uma construção civil de escola municipal. Foi verificado que esses trabalhadores estavam em situação de piores formas de trabalho infantil. A área da construção civil é um dos ambientes de trabalho com maior risco. Risco de choque elétrico, queda em altura, explosão, soterramento. É o local onde há mais acidentes fatais no Brasil”, afirmou.

Ainda de acordo com Daniel Arêa, os auditores fiscais descobriram que 15 operários trabalhavam sem nenhum registro. A empresa foi notificada e terá que apresentar documentos dos trabalhadores que eles sejam registrados.


G1