Agricultor suspeito de matar onça-parda no Ceará é indiciado por crime ambiental

Agricultor suspeito de matar onça-parda no Ceará é indiciado por crime ambiental

Um agricultor de 33 anos foi indiciado por suspeita de participação no crime ambiental que resultou na morte de uma onça-parda, na terça-feira (2), na localidade Sítio Timbaúbas, na cidade de Tarrafas, a 458 km de Fortaleza.

Nas imagens divulgadas pelos caçadores, eles posam com o animal morto. Um deles chega a segurar o felino pelo pescoço. Em outra imagem, um deles pisa com a bota no cadáver. A Delegacia Municipal de Assaré iniciou as investigações logo após as fotos da agressão à onça-parda serem compartilhadas em redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas. Um vídeo de uma caçada chegou a ser associado ao crime, mas a polícia afirmou o registro é de uma outra caçada.

De acordo com a polícia, o suspeito cuidava de um gado na região, quando percebeu a aproximação do felino, que estava cercado pelos cachorros da propriedade. Segundo a polícia, ele teria disparado com uma espingarda e, com apoio de vizinhos, foi resgatar o corpo.

O agricultor compareceu à unidade policial na manhã da última quarta-feira, onde prestou depoimento e confirmou a participação do caso, alegando arrependimento e afirmando que o interesse, na ocasião, era unicamente defender o gado. Ele foi indiciado por crime ambiental e o caso será remetido à Justiça.

G1