Aplicação da 3ª dose no público geral no Ceará deve seguir ordem decrescente e depende do envio do MS, diz Sesa

Aplicação da 3ª dose no público geral no Ceará deve seguir ordem decrescente e depende do envio do MS, diz Sesa


A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) informou, por meio de nota nesta terça-feira (16), que ainda aguarda oficialização do Ministério da Saúde (MS) para a aplicação da 3ª dose de vacina contra a Covid-19 no público geral adulto - de 18 a 59 anos -, no Ceará. A decisão de ampliar o público que receberá a dose de reforço foi anunciada pelo ministro Marcelo Queiroga, na manhã de ontem (16).

“Essa aplicação deverá ocorrer por faixa etária decrescente, sempre condicionada ao envio das doses pelo MS, específicas para este público. Importante ressaltar que o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19 (PNO) preconiza que somente deve receber dose de reforço ou adicional quem tomou a segunda dose em intervalo mínimo de cinco meses”, destaca nota da Sesa.

Com a medida do Ministério da Saúde, toda a população adulta está apta a receber, a partir de cinco meses da conclusão do 1º ciclo vacinal, a dose de reforço. O intervalo para tomar o imunizante de reforço também foi reduzido de seis meses para cinco meses para todas as faixas etárias. Conforme a Pasta, estudos mostram a queda da resposta imune dos vacinados a partir de cinco meses, o que motivou a antecipação.

Ceará
Conforme dados do Vacinômetro da Sesa, atualizados nesta segunda-feira (15), o Ceará já aplicou 12,3 milhões de vacinas contra a Covid-19. Do total, 6.638.672 foram destinadas a D1; 5.272.778 a D2 e 165.841 para dose única (da Janssen). O Ministério da Saúde também anunciou que as pessoas imunizadas com a vacina da Janssen irão receber a segunda dose do imunizante.

Neste caso, o intervalo entre as duas doses deve ser de, no mínimo, dois meses. 

No Ceará, 357.141 pessoas receberam dose de reforço. Nesta terça-feira (16), o Estado deve receber mais 277.290 doses da Pfizer, que serão utilizadas para D2 e D3. “O lote está previsto para chegar às 17h, de acordo com o Ministério da Saúde. Reitero a importância de todos completarem o ciclo vacinal. Apenas com a vacinação em massa conseguiremos superar de vez essa pandemia”, destacou o governador Camilo Santana.

Opinião