Assessoria de Marília Mendonça explica por que disse que a cantora havia sobrevivido

Assessoria de Marília Mendonça explica por que disse que a cantora havia sobrevivido


A assessoria da cantora Marília Mendonça, morta em acidente aéreo na última sexta-feira, 5, divulgou nota explicando o desencontro das informações sobre o óbito da cantora. Em um primeiro momento, a assessoria disse que a cantora estava bem, mas momentos depois sua morte foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais.

A empresa Textos + Ideias, responsável pela assessoria da cantora, disse que buscou fontes confiáveis ao saber do acidente com a artista. A resposta foi que estaria tudo bem e que todas as pessoas estavam sendo conduzidas ao hospital, para realizar procedimento padrão.

Depois de 20 minutos, no entanto, as mesmas fontes confirmaram a morte e a notícia foi repassada primeiramente aos familiares das vítimas. “Em nenhum momento o equívoco foi intencional, sempre prezamos pela ética profissional e moral”, garantiu a empresa.

Na nota, a assessoria ainda disse que o avião era propriedade da dupla Henrique e Juliano até o ano passado e foi vendido à empresa PEC Táxi Aéreo Ltda, que transportava Marília. De acordo com registros oficiais, o bimotor estava com o Certificado de Verificação de Aeronavegabilidade (CVA) válido até 1º de julho de 2022.

A empresa, porém, já havia sido denunciada por desrespeito à jornada de trabalho dos pilotos. Além disso, em julho, a procuradoria da República em Goiás também tinha pedido para que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) se manifestasse acerca dos supostos abusos trabalhistas e utilização de equipamentos irregulares por parte da PEC Táxi Aéreo.

As investigações estão sendo feitas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), vinculado à Força Aérea Brasileira (FAB). Nos trabalhos iniciais, os peritos realizam fotografia de cenas, recolhimento de partes do avião envolvido no acidente, coleta de relatos de testemunhas e análise de documentos.

Marília Mendonça, conforme divulgado em nota, sempre se preocupou com a segurança de sua equipe durante os voos e não agendava compromissos seguidos no mesmo dia. A única exceção, no entanto, aconteceu em 2016, quando a cantora foi à premiação dos “Melhores do Ano” do Domingão do Faustão após um show na cidade de Itaberaí, em Goiás.

O POVO