Auxílio Brasil: Caixa divulga calendário para pagamento, que começa hoje; veja como vai funcionar

Auxílio Brasil: Caixa divulga calendário para pagamento, que começa hoje; veja como vai funcionar


A Caixa Econômica Federal inicia o pagamentos das parcelas do Auxílio Brasil a partir desta quarta-feira (17). O programa do Governo Federal vai substituir o Bolsa Família, e tem como público-alvo famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza.

De acordo com Pedro Guimarães, presidente da Caixa, as famílias beneficiárias do Bolsa Família não precisam fazer nenhum cadastro para receber os valores do Auxílio Brasil. Ele promoveu uma coletiva de imprensa online nesta terça-feira (16) para compartilhar o calendário do programa. Dessa maneira, os cartões e senhas utilizados para saque do Bolsa Família continuarão válidos e poderão ser utilizados para o recebimento do Auxílio Brasil.

Vale lembrar que um aplicativo chamado Auxílio Brasil substituirá o aplicativo atual do Bolsa Família por meio de uma atualização automática. Assim, o beneficiário poderá consultar a disponibilidade do seu benefício pelo novo App Auxílio Brasil ou ligando para o Atendimento da Caixa, no telefone 111.

“As famílias que recebem o Bolsa Família pelo aplicativo Caixa Tem, em conta Poupança Digital, receberão o Auxílio Brasil na mesma modalidade de pagamento e poderão continuar movimentando seu benefício pelo aplicativo”, explicou Guimarães. Serão cerca de 14,5 milhões de famílias beneficiadas.

Os canais para saque dos benefícios e consulta de informações permanecem os mesmos: aplicativo Caixa Tem, terminais de autoatendimento, unidades lotéricas, correspondentes Caixa Aqui, além das agências do banco, que voltam ao horário normal de funcionamento no dia 23 de novembro.

Os valores do Auxílio Brasil são variáveis a depender do cadastro da família no sistema, mas o valor médio será de R$ 217,18 mensais em novembro. O valor representa um aumento de 17,84% no ticket médio na comparação com o Bolsa Família – que era de R$ 190, segundo informações do Ministério da Cidadania.

Em dezembro, o Governo Federal pagará um complemento que garantirá a cada família, até dezembro de 2022, o recebimento de pelo menos R$ 400 mensais a depender da aprovação, pelo Congresso Nacional, da Proposta de Emenda à Constituição 23/2021, a PEC dos Precatórios.

Calendário
O novo calendário segue o mesmo racional dos pagamentos feitos no Bolsa Família. Os beneficiários recebem conforme o final do NIS, o número de identificação social, que funciona como um registro vinculado aos cidadãos que recebem ou não benefícios sociais criados pelo Governo Federal.

Novembro

Dezembro