Camilo Santana diz ser contra a realização de festas de réveillon e carnaval no Ceará

Camilo Santana diz ser contra a realização de festas de réveillon e carnaval no Ceará


No início da noite deste domingo (21), o governador Camilo Santana (PT) usou as redes sociais para afirmar ser contrário a realização de “grandes festas de réveillon e carnaval” neste momento, justificando a posição com o risco que a Covid-19 ainda representa ao Estado. Camilo disse, também, que é necessário ter “absoluto controle” para a realização desse tipo de evento.

“Sobre a realização de grandes festas de réveillon e carnaval, minha posição é contrária neste momento. Eventos festivos, com grandes aglomerações e bebida, necessitariam de absoluto controle, com todas as pessoas comprovadamente vacinadas, como vem ocorrendo nos estádios… além dos protocolos sanitários seguidos, para minimizar os riscos de contágio”, disse o governador.

Camilo também frisou que “onde não houver controle, não pode haver festa”. O governador alertou ainda sobre o novo aumento de casos de Covid-19 no mundo.

“Onde não houver controle, não pode haver festa. Está ocorrendo novo aumento dos casos de Covid em várias partes do mundo, principalmente em áreas menos vacinadas, e lutarei com todas as forças para que não ocorra o mesmo no Ceará. Nossa prioridade absoluta continuará sendo salvar vidas, além de buscarmos fortalecer a economia. Mas, para isso, precisamos controlar completamente a pandemia. E isso só ocorrerá com a vacinação em massa. Uma nova onda de Covid seria terrível para todos”.

Na publicação, o governador informou ainda que no que os assuntos referidos a realização de grandes eventos festivos no Ceará, serão discutidos com o comitê da pandemia, que deverá analisar os dados epidemiológicos e os números da vacinação, além das propostas apresentadas para a realização das festas. “O cearense pode ter certeza que qualquer medida só será tomada com muito critério e sempre seguindo a ciência. Disso não abrirei mão jamais”, finalizou o governador.