Casal é preso suspeito de homicídio e ocultação de cadáver de recém-nascido em bueiro, no Ceará

Casal é preso suspeito de homicídio e ocultação de cadáver de recém-nascido em bueiro, no Ceará


Uma mulher deu à luz um bebê de oito meses e o matou, entregando o corpo ao suposto pai que deixou em um bueiro em Caucaia, na Grande Fortaleza, segundo investigação da Polícia Civil do Ceará. A mãe e o homem, um líder religioso do qual era amante, foram autuados em flagrante e foram presos por homicídio e ocultação de cadáver nesta segunda-feira (8).

O caso começou a ser descoberto neste domingo (7) quando a mulher de 20 anos procurou uma unidade hospitalar se queixando de dores. Os médicos constataram que ela havia tido um bebê e a interrogaram sobre a criança. Após ela dar informações para a equipe médica, a polícia foi acionada e iniciou a apuração do crime.

Após buscas, o corpo do bebê com pouco mais de 3 kg foi encontrado por policiais na estação de resíduos do Bairro Marechal Rondon nesta segunda. O corpo foi recolhido para verificação pela Perícia Forense do Ceará (Pefoce). O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A Secretaria da Segurança do Ceará informou que vai divulgar mais informações sobre o caso em uma coletiva na manhã desta terça-feira (9).

Moradores revoltados
Moradores saquearam a casa do líder religioso e atearam fogo ao veículo dele após a notícia da morte do bebê se espalhar pela comunidade. Em vídeo divulgado nas redes sociais, é possível ver os moradores retirando cadeiras, caixas de som e outros móveis da casa do pastor. Um veículo modelo kombi que pertence a ele foi incendiado. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e debelou as chamas, porém, o veículo ficou destruído.

Depoimentos do casal
O homem de 36 anos, conhecido na comunidade como pastor, negou a paternidade ao prestar esclarecimento à Polícia Civil, mas a mulher afirmou que ele é o pai. A mãe do bebê disse ainda que o homem enrolou a criança em uma sacola e o jogou no bueiro. O homem disse à polícia que sua participação foi enrolar o bebê e deixá-lo no local onde foi encontrado.

G1 CE