Ceará cancela edital de apoio ao carnaval 2022: 'Definitivamente não é o momento'

Ceará cancela edital de apoio ao carnaval 2022: 'Definitivamente não é o momento'

 

O governador do Ceará, Camilo Santana, cancelou nesta terça-feira (30) o edital de apoio às festas de carnaval de 2022. O anúncio foi feito um dia após a abertura das inscrições. Camilo afirmou que os casos de Covid provocados pela variante ômicron requer "prudência e responsabilidade".

"Definitivamente não é o momento de estarmos programando essas festas. Continuamos acompanhando, com preocupação, o avanço da nova variante do coronavírus pelo mundo e devemos ter toda a prudência e responsabilidade para evitar que atinja o nosso Ceará", disse o governador Camilo Santana.

As festas de réveillon em Fortaleza e no Ceará também já haviam sido canceladas.

O Edital Ceará Ciclo Carnavalesco 2022 previa a realização de ações de forma presencial, virtual ou híbrida, respeitando os protocolos de segurança vigentes, com investimento de R$ 1.180.000.

Carnaval depende do cenário da pandemia

Em entrevista à TV Verdes Mares, na manhã desta terça-feira (30), o secretário estadual da Saúde, Marcos Gadelha, falou sobre a indefinição da realização do carnaval no Estado em 2022, que depende do cenário epidemiológico.

"A gente tem um comitê que se reúne semanalmente e essa decisão é uma decisão compartilhada. É colocado o cenário mundial e local da pandemia. Vamos esperar para ver como estará o cenário epidemiológico perto do carnaval", disse o secretário da Saúde.

Apoio do Governo do Estado

Os valores seriam divididos em R$ 180 mil para apoio aos projetos selecionados na categoria Bailes e Matinês, R$ 108.000 para categoria Banda de Músicas, R$ 432 mil para categoria Maracatus, R$ 66 mil para categoria Afoxés, R$ 44 mil para a categoria Cordões, R$ 240 mil para categoria Escolas de Samba e R$ 110 mil para Categoria Blocos.

O edital também previa que se no período Carnavalesco de 2022, que compreende os dias 1 a 2 de março, houver alguma determinação do governo que inviabilize a realização das ações previstas no formato presencial contempladas por este edital, os selecionados seriam convocados pela Secult para ajustar a execução do projeto para o meio virtual.

Neste ano, o edital homenageia o desenhista, pintor, escultor, músico e luthier cearense, Descartes Gadelha.

G1 CE