Ceará oferta 3.400 bolsas de R$ 468 para estudantes; saiba como serão as inscrições

Ceará oferta 3.400 bolsas de R$ 468 para estudantes; saiba como serão as inscrições


O Governo do Ceará anunciou, nesta quarta-feira (10), um novo edital do programa AvanCE com 3.400 bolsas no valor de R$ 468 para estudantes de universidades. A proposta do benefício é garantir melhores condições de estudo para os alunos que terminaram o ensino médio na rede pública e seguiram para o nível superior.

A divulgação deste novo edital de bolsas aconteceu em um evento com a participação do governador do Ceará, Camilo Santana (PT), a vice-governadora Izolda Cela e a secretária da Educação do Estado, Eliana Estrela. A solenidade foi transmitida ao vivo nas redes sociais do líder do Executivo Estadual.

“Nós somos o estado do Brasil pioneiro nessa política, que tem feito desde a infância, passando pelo ensino fundamental, ensino médio médio e universidade. O objetivo disso é nunca interromper o sonho dos alunos que desejam concluir o ensino superior, seja em uma faculdade do Ceará ou fora do estado”, destacou o governador.

O programa AvanCE é voltado para universitários da rede pública ou privada. Os estudantes selecionados receberão uma bolsa de R$ 468 em um período de 12 meses, um investimento de R$ 19,1 milhões por ano.

O novo edital deve ser publicado no Diário Oficial do Estado ainda nesta quarta-feira. Os interessados em concorrer a uma dessas bolsas devem se inscrever no período entre 22 de novembro e 1º de dezembro de 2021. As solicitações serão feitas por meio do site avance.seduc.ce.gov.br, da Secretaria de Educação do Ceará, Pasta que também é responsável pela seleção dos contemplados.

Veja quem tem direito à bolsa para estudantes universitários no Ceará

  • Estar cursando uma graduação em uma instituição de ensino credenciada pelo Ministério da Educação (MEC)
  • Cursar, no mínimo, 12 créditos de disciplinas no semestre e manter uma frequência de, pelo menos, 75% em cada uma das disciplinas
  • Ter obtido uma nota média igual ou superior a 560 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)
  • Estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico)

Confira a distribuição de vagas

  • 600 vagas para quem ingressou no segundo semestre de 2019;
  • 1.400 vagas para quem entrou no primeiro semestre de 2020;
  • 1.400 vagas para novos estudantes do segundo semestre de 2020.

Do total disponibilizado, 480 são voltadas para estudantes negros, 50 para indígenas, 50 para quilombolas e 100 para pessoas com deficiência.

GC Mais