Ceará registra ocupação de 48,37% das UTIs por pacientes com Covid-19

Ceará registra ocupação de 48,37% das UTIs por pacientes com Covid-19

O Ceará encontra-se com a ocupação de 48,37% das suas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) voltadas para o tratamento contra a Covid-19. A nova atualização realizada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), na plataforma IntegraSUS, foi realizada às 19h10, deste sábado, 11. Ao todo, adultos ocupam 47,67% dos leitos de UTIs disponíveis para o grupo. Os dados disponibilizados na plataforma digital IntegraSUS mostram um índice elevado de ocupação de UTIs infantis, com 87,5% das unidades ocupadas. 

Os dados atualizados mostram, ainda, que os leitos de UTI neonatal e da enfermaria neonatal continuam sem nenhum caso de internações no Ceará. A plataforma indica que já não existem leitos ativos de UTIs destinados a gestantes. Já os leitos de enfermaria para gestantes estão zerados de pacientes.

De acordo com os números disponibilizados pela Sesa, a taxa de ocupação das enfermarias está em 20%: tendo 14,33% na enfermaria adulto e outros 82,35% de ocupação na enfermaria infantil. Os dados da plataforma de monitoramento consideram unidades médicas públicas e particulares do Estado. No Ceará, nenhum paciente está fazendo uso da ventilação mecânica para tratamento da Covid-19. 

Uma das referências do Estado no tratamento da Covid-19, o Hospital Leonardo da Vinci (HELV), encontra-se com 19 leitos ativos na UTI adulto, com 13 deles estando ocupados. Dos nove leitos ativos de enfermaria adulto, seis estão sendo utilizados.


OPOVO