Comércio de armas por redes sociais é descoberto e fábricas são fechadas pela Polícia Civil, no Ceará

Comércio de armas por redes sociais é descoberto e fábricas são fechadas pela Polícia Civil, no Ceará

 

Um comércio ilegal de armas, feito por meio de redes sociais, foi descoberto e duas fábricas clandestinas  foram fechadas em Fortaleza nesta quarta-feira, 10, durante uma operação da Polícia Civil. O material de fabricação do armamento artesanal estava no bairro Conjunto Palmeiras. As informações são da Polícia Civil.

Conforme o órgão, um adolescente de 17 anos foi apreendido e um homem de 27 foi preso. A dupla seria responsável pela produção e pela comercialização ilegal do material, que era feita pelas redes sociais.

A ação foi uma ofensiva do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que está cumprindo mandados de prisão em desfavor de suspeitos de homicídios, além de checar denúncias que chegam ao local.

A Polícia Civil deve divulgar mais detalhes sobre o caso nesta quarta-feira, 10.  

Denúncias

 A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As informações podem ser encaminhadas para o número (85) 3257-4807, do DHPP.

Ou também para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. O sigilo e o anonimato são garantidos.

O povo