Farmacêutica pede autorização de uso emergencial de pílula contra a covid-19 à Anvisa

Farmacêutica pede autorização de uso emergencial de pílula contra a covid-19 à Anvisa


Nesta sexta-feira (26), a farmacêutica MSD pediu a autorização de uso emergencial de um comprimido contra a covid-19, o molnupiravir, à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O medicamento é um antiviral e poderia prevenir o coronavírus de se replicar no corpo. Nos Estados Unidos e no Canadá, a MSD é conhecida como Merk.

O remédio já foi aprovado no Reino Unido. Os resultados preliminares dos estudos sobre o medicamento mostram que pacientes que tomaram o molnupiravir até 5 dias depois do início dos sintomas tiveram uma taxa de hospitalização e de morte 50% menor do que aqueles que receberam placebo.

Por outro lado, o medicamento não mostrou eficácia em casos graves da covid-19. A própria empresa MSD também reforça que o remédio não é uma forma de substituir a vacina. “As vacinas continuam sendo essenciais no controle da Covid-19 e a disponibilização de tratamentos antivirais será uma forte aliada no combate à pandemia para reduzir as complicações pela doença”, explicou Hugo Nisenbom, presidente da farmacêutica no Brasil.

A Fiocruz deverá participar de testes para continuar testando a eficácia do medicamento no Brasil. Além disso, a MSD prevê fazer estudos futuros para desenvolver um antiviral contra outras doenças importantes no país, como dengue e chikungunya.

Yahoo! Notícias