Filho de Marília Mendonça terá guarda compartilhada entre o pai e a avó

Filho de Marília Mendonça terá guarda compartilhada entre o pai e a avó

 

Após morrer em um acidente de avião em Minas Gerais, no último sábado, 5 de novembro, a cantora Marília Mendonça deixou órfão o filho Léo, de 1 ano e 11 meses de idade, fruto do seu relacionamento com Murilo Huff, de quem estava separada há dois meses. Nesta quinta-feira, 10, a assessoria da artista anunciou que a guarda da criança será compartilhada entre Murilo e a avó materna, Ruth. 

Segundo a mãe de Marília, esse era o desejo da cantora. "Temos a certeza que seria esta a vontade da minha filha. Deus em sua infinita sabedoria deu ao Léo um pai íntegro, por quem tenho profundo respeito.", disse. Ruth ainda pediu para que a imprensa "não crie intrigas e desavenças onde não existe".

Murilo, por sua vez, afirmou que a decisão foi muito tranquila e não houve outra hipótese a se considerar. "Meu filho terá o amor de todos, e nunca nem passou pelas nossas cabeças que fosse diferente. Marília pode ficar em paz, porque estaremos aqui para proteger nosso menino", explicou.

De acordo com o colunista Léo Dias, do portal Metrópoles, desde o acidente o bebê está sob os cuidados da avó materna, na casa em que ela vivia com Marília, em Goiânia. Murilo e Ruth estão decidindo se mudam de casa ou permanecem onde estão.

Murilo Huff e Marília Mendonça tiveram relacionamento de quase quatro anos. Entre idas e vindas, o romance chegou ao fim em setembro de 2020. No último domingo, 8 de novembro, o cantor falou pela primeira vez sobre a morte de Marília em uma entrevista ao “Fantástico”.

“O Leo está bem graças a Deus. Ele está com a mãe dela. Ele é muito pequenininho para entender, vai chegar um momento em que vai sentir falta dela, mas pelo menos essa dor que a gente está sentindo ele não vai sentir. Ele vai sentir saudades. Graças a Deus ele é muito pequenininho para entender”, contou ele. 

Murilo também fez questão de ressaltar o amor de Marília Mendonça por Léo e elogiou a ex-companheira. "Era incrível. Era muito apaixonada nele. O Léo aconteceu na nossa vida de uma forma muito repentina, mas a gente recebeu muito bem e ela sempre foi incrível demais. Muito mãezona, filhona e namoradona. Ela era incrível e me jogava lá em cima, sempre", declarou o cantor.

O povo