Hidrolândia passa a trabalhar novas regras no trânsito; motociclistas aderem ao uso obrigatório do capacete

Hidrolândia passa a trabalhar novas regras no trânsito; motociclistas aderem ao uso obrigatório do capacete


Nas últimas semanas, o município de Hidrolândia tem posto em prática as novas regras que regem o trânsito local, dentro do processo de municipalização. Notadamente reconhecida ao longo dos anos por não ter qualquer organização, a cidade vem cumprindo semana a semana algumas etapas como via de mão única, organização de estacionamentos, proibição de menores de idade na direção e deve chegar na principal neste mês de dezembro com o uso obrigatório do capacete.

De acordo com João Hildeberto, diretor da Diretran, os motociclistas que trafegam sem o equipamento de segurança estão sendo abordados em vários pontos do centro, permanecendo com o veículo retido até que apresentem o capacete e assim são liberados. As blitzes educativas prosseguirão até o próximo mês, quando já será obrigatória a circulação e caso seja flagrado sem o equipamento, o condutor será multado em R$ 293,47 e ficará com a moto apreendida.

Em entrevista ao A Voz de Santa Quitéria, o mesmo relatou que tem notado uma adesão bastante considerável por parte dos hidrolandenses, estimando em cerca de 95% entre os que já circulam, o que tem levado a uma alta procura do item nos comércios locais e que tem faltado por conta da demanda. Hildeberto ressaltou a importância de promover a conscientização para a pilotagem segura, estimulando o respeito às normas e os cuidados primordiais.

Confira na reportagem