Menino de 12 anos morto em Sobral não era o alvo dos atiradores, segundo a Polícia

Menino de 12 anos morto em Sobral não era o alvo dos atiradores, segundo a Polícia


O menino de 12 anos morto na noite da última segunda-feira (1º) no bairro Dom Expedito, em Sobral, não era o alvo dos atiradores, segundo uma fonte da Polícia Civil do Ceará (PCCE) ligada as investigações do crime.

Rafeal Maia estava brincando de "esconde-esconde" com amigos quando foi atingido pelos disparos. As crianças estavam em uma quadra esportiva no bairro quando dois homens chegaram efetuando os disparos. As crianças correram, mas Rafael foi atingido pelos tiros na região das costas.

O garoto ainda chegou a ser levado para uma unidade hospitalar, mas não resistiu aos ferimentos. Os suspeitos fugiram do local após a ação, mas foram presos horas depois. Um dos homens tem 18 anos, mas sua identidade não foi revelada. O outro é um adolescente de 16 anos.

Segundo a Policia Civil o alvo dos tiros era um desafeto da dupla. Segundo um familiar de Rafael, ele costumava brincar na quadra. "Ele se reunia com os coleguinhas, ia brincar de bicicleta. Ontem, era um dia normal, comum na rotina dele. De repente, passaram dois numa moto e foram efetuando os disparos. Ele tentou correr, mas, infelizmente, pegou nele", disse.

Com informações Diário do Nordeste