Ministério da Saúde libera dose de reforço a todos os adultos e reduz intervalo para a 3º dose

Ministério da Saúde libera dose de reforço a todos os adultos e reduz intervalo para a 3º dose


O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou hoje (16) que todos os adultos poderão ser vacinados com a dose de reforço da vacina contra a covid-19 após cinco meses da aplicação da segunda dose. Antes, a aplicação da dose adicional estava liberada apenas para idosos, imunossuprimidos e profissionais de saúde. 

Em entrevista em Brasília, Queiroga ainda confirmou a redução no intervalo da aplicação da dose de reforço de seis para cinco meses, como já havia sido antecipado ontem pelo jornal O Globo. Assim, toda a população com mais de 18 anos está apta a ser vacinada com a dose adicional se cumprido este intervalo.

"Agora, graças a informações que temos advindas de estudo científicos e de efetividade, decidimos ampliar a dose de reforço para todos aquelas pessoas acima de 18 anos que tenham tomado a segunda dose há mais de cinco meses", disse Queiroga. No evento, o Ministério da Saúde ainda anunciou uma campanha de megavacinação para aplicação da segunda dose e da dose de reforço que será realizada entre os dias 20 e 26 de novembro.

De acordo com dados divulgados pelo ministério, mais de 21 milhões pessoas estão atrasadas no cronograma para completar o ciclo vacinal com duas aplicações. Até o momento, já foram aplicadas 12.016.907 doses de reforço no Brasil, de acordo com dados levantados pelo consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, com base nos dados fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde.

Portal UOL