Mulher enterrada no quintal do ex-companheiro foi morta a pauladas e teve o corpo queimado, no Ceará

Mulher enterrada no quintal do ex-companheiro foi morta a pauladas e teve o corpo queimado, no Ceará


A mulher que foi enterrada no quintal da casa do ex-companheiro em Pacatuba, no Ceará, foi morta a pauladas e depois teve o corpo queimado, de acordo com a Polícia Civil. O suspeito do crime foi preso nesta quarta-feira (10). A vítima estava desaparecida desde o dia 29 de outubro.

Conforme o delegado Augusto Soares, após ser registrado o boletim de ocorrência do desaparecimento da vítima, os policiais começaram a investigação a respeito do paradeiro dela. As buscas apontaram que a vítima pegou um táxi para o município de Pacatuba, onde morava o ex-companheiro.

"Ao chegar na casa do suspeito, houve uma discussão e o suspeito matou a mulher a pauladas, ateou fogo ao corpo dele e o enterrou no quintal de casa para tentar ocultar o crime", explicou o delegado.

Ainda segundo Augusto Soares, em depoimento, o suspeito afirmou que quando terminou o namoro com a vítima, ela não teria aceitado o fim do relacionamento e passou a fazer ameaças contra ele. Conforme o suspeito, ela afirmava ser membro de facção criminosa e iria mandar alguém fazer algo com ele.

O suspeito já responde por homicídio e por isso usa tornozeleira eletrônica. Segundo a polícia, ele teria matado um tio em 2018. Dessa vez ele foi autuado por ocultação de cadáver. Um inquérito foi instaurado para apurar o crime de feminicídio.

G1 CE