Postos da Argentina limitam quantidade de combustível para brasileiros que cruzam a fronteira

Postos da Argentina limitam quantidade de combustível para brasileiros que cruzam a fronteira

Postos de combustíveis de Porto Iguaçu, na Argentina, estão limitando a quantidade de abastecimento nas bombas, nesta quinta-feira (4), para estrangeiros. A medida foi adotada após muitos brasileiros começarem a cruzar a fronteira, pela Ponte Tancredo Neves, por Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

Com a alta demanda de brasileiros e paraguaios, alguns postos ficaram desabastecidos no município. Por isso, a Argentina estabeleceu a cota de 15 litros de combustível para veículos estrangeiros que abastecem em Porto Iguaçu, cidade com cerca de 80 mil habitantes.

"Estamos tentando aumentar a produção, mas lamentavelmente temos uma cota de abastecimento. Ou seja, não nos permitem mais do que uma certa quantidade de combustível, porque o preço está muito baixo, e o barril do petróleo subiu para 80 dólares e aqui mantemos a 60 dólares", explicou o representante da Câmara de Combustíveis de Missiones, Faruk Jalaf.

G1