Vereadora diz que colega de partido tentou esganá-la no banheiro da Câmara

Vereadora diz que colega de partido tentou esganá-la no banheiro da Câmara

 

A vereadora Cris Monteiro (Novo), de 60 anos, registrou na manhã desta quinta (11) um boletim de ocorrência por agressão contra a também vereadora Janaína Lima. As duas são colegas de partido.

Cris afirma que foi empurrada contra a parede do banheiro da Câmara e agarrada pelo pescoço, até cair no chão.

A briga ocorreu durante a votação da Reforma da Previdência municipal na noite desta quarta (10). O conflito teria sido provocado por conta do tempo de fala ao microfone que cada uma teria, segundo informou Janaína Lima.

De acordo com o gabinete de Cris Monteiro, durante uma discussão entre as parlamentares do plenário, ambas entraram no banheiro e, dentro do espaço, durante acalorada discussão, Monteiro afirma ter sido “empurrada contra a parede e agarrada pelo pescoço, até cair no chão”.

A parlamentar diz que está com marcas roxas evidentes no pescoço, machucou o joelho na queda e teve escoriações. Ela postou em suas redes sociais imagens dos ferimentos.

A vereadora também afirmou que tem alopecia e teve sua peruca arrancada e pisoteada por Janaina durante a briga.

A porta do banheiro precisou ser arrombada e Monteiro afirma que foi socorrida por uma GCM e uma assessora parlamentar, registrando boletim de ocorrência na 1ª Delegacia de Polícia da Sé, no Centro da capital paulista.

“O motivo da discussão que culminou em agressão foi um desentendimento sobre o tempo de fala sobre a reforma da previdência municipal, projeto que estava em votação ontem em plenário”, afirmou em nota Cris Monteiro.

“A Procuradoria da Câmara abriu procedimento de investigação interna para apurar o episódio. Cris foi socorrida por uma GCM e uma assessora parlamentar. (...) Janaína saiu do banheiro e, em seguida, fez um discurso de meia hora no púlpito do plenário, sem prestar atendimento a Cris Monteiro”, completou.

G1