Adolescentes suspeitos de latrocínio afirmam que entregador foi morto por demorar a entregar celular

Adolescentes suspeitos de latrocínio afirmam que entregador foi morto por demorar a entregar celular

 

Dois adolescentes de 16 e 17 anos e um adulto foram detidos suspeitos de participação no latrocínio (roubo seguido de morte) que vitimou o entregador Pedro Rodrigues, de 25 anos. O crime aconteceu no domingo, 26, no bairro Planalto Ayrton Senna, em Fortaleza. Eles afirmaram aos policiais que atiraram porque a vítima demorou a entregar o aparelho celular.

Os suspeitos estavam em uma comunidade nas proximidades da Curva da Viúva, no bairro Conjunto Prefeito José Walter. Os policiais do Raio e da Força Tática do 21º Batalhão da Polícia Militar realizaram as capturas. Os pais de um dos adolescentes suspeitos ajudaram a Polícia a encontrar o jovem.

Um adulto, que é apontado por emprestar a motocicleta usada na ação criminosa, foi preso. Ainda foram apreendidas duas armas de fogo. O caso foi encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescentes.

O povo