Ainda instável, Conecte SUS volta a funcionar após 13 dias inativo

Ainda instável, Conecte SUS volta a funcionar após 13 dias inativo


A plataforma Conecte SUS, que reúne dados clínicos da população brasileira, voltou a funcionar nesta quinta-feira (23/12), após 13 dias fora do ar. A informação foi confirmada pelo Ministério da Saúde. O aplicativo parou de funcionar após o pasta sofrer um ataque hacker, em 10 de dezembro.

“O Ministério da Saúde informa que o aplicativo Conecte SUS foi restabelecido. A pasta destaca que a emissão do Certificado Nacional de Vacinação Covid-19 pode apresentar instabilidade nas primeiras horas, em razão do volume dos acessos”, informou a pasta, em nota divulgada nesta noite.


Além de dados sobre o histórico clínico dos pacientes, o Conecte SUS reúne informações sobre a vacinação contra Covid-19. Pela plataforma, é possível emitir o Certificado Internacional de Vacinação em três idiomas, documento necessário para entrar em países que exigem passaporte sanitário. Alguns usuários conseguem fazer login, mas o certificado digital de imunização contra a Covid-19 continua indisponível.

Sistema de notificações
Além do Conecte SUS, outras funcionalidades do Ministério da Saúde foram restabelecidas. Na terça-feira (21/12), a pasta confirmou a volta do e-SUS Notifica, plataforma utilizada para registro de casos e óbitos de Covid.

“O Ministério da Saúde informa que o Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEP-Gripe), o sistema de registro E-SUS Notifica e o Sistema de Regulação (Sisreg) foram restabelecidos”, informou o órgão, em nota.

Diferentes estados tiveram problemas em apresentar dados da pandemia ao Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), após a invasão. Isso sinaliza que a média aumentará nos próximos dias, quando as informações forem atualizadas sem represamento.

Metrópoles