Após 3ª dose, paciente tem 90% menos risco de morrer de Covid

 

De acordo com um estudo feito por cientistas israelenses, pessoas que tomaram a terceira dose da vacina contra a Covid-19 têm 90% menos chance de morrer em consequência da doença do que quem completou o esquema vacinal com duas doses.

A pesquisa foi publicada na revista científica New England Journal of Medicine, e foram analisados dados de 850 mil pessoas com mais de 50 anos que receberam duas doses da Pfizer pelo menos cinco meses antes do começo do levantamento. Cerca de 90% dos participantes tomou o reforço.

Foram comparados os óbitos por Covid-19 ocorridos entre os dois grupos. Segundo os autores, os participantes que receberam o booster tiveram taxa de mortalidade muito menor — 65 mortes entre 758.118 pessoas. Entre os que não tomaram o reforço, foram 137 óbitos em 85.090 indivíduos.

Metrópoles


Postagem Anterior Próxima Postagem