Caseiro que assassinou grávida, criança e idoso se entrega a polícia depois de cinco dias foragido

Caseiro que assassinou grávida, criança e idoso se entrega a polícia depois de cinco dias foragido


Após cinco dia de buscas, Wanderson Mota Protácio, 21 anos, acusado de matar três pessoas em Corumbá de Goiás, se entrega a polícia na manhã deste sábado (4/12). Segundo relatos, o foragido apareceu durante a noite de sexta em outra fazenda da região de Gameleira, cidade onde eram concentradas parte das buscas, a 56km de Abadiânia. No local, a proprietária o convenceu a se entregar.

A mulher veio com o assassino até a área urbana da cidade por volta de 7h30. Após o criminoso se entregar, os dois foram trazidos para a 3ª Delegacia de Polícia de Anapólis.

O caso
No último domingo (28/11), Wanderson Mota Protácio, 21 anos, se tornou o principal suspeito de matar a namorada grávida de quatro meses e a enteada, de 2 anos e 9 meses a facadas, além de um fazendeiro, de 73 anos, com um tiro na cabeça, em Corumbá de Goiás. Desde então, o acusado era procurado pela polícia.

Outro crimes
Além do triplo homicídio, o fugitivo é acusado de tentar matar uma mulher a facadas, em 2019, em Goianópolis (GO). O processo tramita no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) e a sentença ainda não foi decretada. Nos autos, consta que a tentativa de feminicídio aconteceu em 8 de dezembro de 2019, quando Wanderson chegou em casa sob efeito de drogas e álcool pela manhã.

Com uma faca em mãos, o caseiro obrigou a vítima a entrar em um dos quartos da residência com ele. Com a negativa, o agressor desferiu vários golpes contra as costas da mulher. A faca chegou a quebrar e, depois disso, Wanderson fugiu pulando os muros e se escondeu em uma casa próxima.

Correio Braziliense