Homem usa doce para atrair e estuprar garoto com deficiência

Homem usa doce para atrair e estuprar garoto com deficiência


Um homem foi preso suspeito de estuprar um adolescente de 15 anos com deficiência mental, em Uruaçu, no norte de Goiás, a 279 km de Goiânia. Segundo a Polícia Civil (PCGO), Mauro Geraldo Nunes, sem idade divulgada, é vizinho do garoto e usava doces e presentes para atraí-lo até a sua casa.

O suspeito foi preso na quinta-feira (16/12). De acordo com a investigação, a mãe do garoto desconfiou, há duas semanas, que havia algo de errado, pois o filho dela passou a se queixar de dores e ir demais ao banheiro. No entanto, a polícia suspeita que o crime era praticado há pelo menos dois anos.

Esquizofrenia e bipolaridade

Segundo a Polícia Civil, a mãe do garoto relatou que ele tem esquizofrenia e bipolaridade. Recentemente, ela percebeu que o filho estava indo muito mais ao banheiro e, ao questioná-lo, ele explicou que estava sentindo muitas dores na região anal.

A investigação constatou a vítima tem diversas lesões e fissuras no ânus, por causa do estupro.

O suspeito, de acordo com a polícia, ainda ameaçava o adolescente para ele não contar que sofria estupros. Afirmava que iria interná-lo em razão da condição mental, caso o denunciasse.

Outras vítimas

A polícia também investiga se Mauro teria tentado abusar do irmão mais novo da vítima. A criança tem 9 anos. Além disso, a equipe de investigação divulgou a imagem e o nome do suspeito para tentar identificar se ele praticou crimes contra outras pessoas.

O objetivo, segundo a polícia, é reunir novas testemunhas sobre o caso, mas, principalmente, para identificar e localizar possíveis outras vítimas, ainda desconhecidas.

O Metrópoles não identificou contato da defesa do suspeito.

Metrópoles