Secretários de Santa Quitéria terão aumento de 25% no salário


Os 10 secretários da Prefeitura Municipal de Santa Quitéria começarão 2022 com mais motivos para sorrir. Aproveitando o embalo da sessão extraordinária ocorrida ontem (28) que votou sobre o rateio do Fundeb, a Câmara aprovou o aumento salarial de 25% para cada titular das pastas, entrando em vigor já a partir de 1º de janeiro.

O reajuste faz parte de um pacote enviado pelo prefeito Braguinha, que também contemplava a criação de cargos comissionados. Sobre os reajustes, os secretários verão o salário subir de R$ 6 mil para 7,5 mil por mês. Foram sete votos a favor - bancada de situação, com exceção de Renato Catunda que votou não - e cinco contrários - oposição -.

Durante uma hora e meia, o assunto foi tema de discussão entre os vereadores. Com a presença de servidores públicos no auditório da Casa, foi mencionado em boa parte dos pronunciamentos sobre categorias que se encontram há 10 anos com defasagem nos seus vencimentos.

Renato Catunda (PT) comparou a iniciativa do prefeito como empurrar garganta abaixo 'um gato com pelo e tudo'. "Será se o futuro da nossa cidade passa pelo aumento salarial de secretários e reajuste salarial de cargos comissionados. Isso é prioridade no nosso município? Me causa espanto. O projeto podia estar completamente legal, mas ele não é moral", enfatizou.

Já Eliandro Mesquita (PSB) defendeu citando exemplos de dificuldades aos quais passam os responsáveis das secretarias. "Um município do porte de Santa Quitéria, o sofrimento que um secretário de Saúde sofre pra ganhar R$ 4,8 mil líquido. Na Educação, a responsabilidade, ordenação de despesas, a intranquilidade civil que muitos terão para os restos de suas vidas, se mudar algo todo mundo fica com seus recursos e um secretário respondendo pelo resto da vida", afirmou.
Postagem Anterior Próxima Postagem