Funcionários de empresa telefônica são presos por furto de baterias estacionárias

Funcionários de empresa telefônica são presos por furto de baterias estacionárias


A Polícia Civil do Ceará (PCCE) prendeu em flagrante, na tarde dessa quinta-feira, 6, quatro homens, todos funcionários de uma empresa de telefonia, suspeitos de furtarem cerca de 60 baterias estácionarias, em Fortaleza. Segundo informações das equipes da Delegacia de Roubos e Furto de Veículos e Carga (DRFVC), a especializada que está à frente das investigações, os homens são envolvidos em pelos mais dois furtos de antenas, também de empresas telefônicas.

Os suspeitos foram identificados como Carlos Henrique Rodrigues Fernandes, 26; Henrique Sérgio de Paiva do Amaral, 29; Moisés Alves Bezerra Neto, 28, com antecedentes criminais por receptação; e Robson da Silva Xavier. O grupo, que estava em uma sucata no bairro Benfica, não reagiu à ofensiva policial.

Parte do material já foi recuperado pela PCCE. Os detalhes da ação policial foram apresentados em coletiva de imprensa, nesta sexta-feira, 7, na sede da Superintendência da Polícia Civil do Estado do Ceará.

Empresa telefônica no bairro José Walter

Nos primeiro dias de janeiro, os policiais receberam informações de que as cerca de 60 baterias estacionárias tinham sido furtadas de uma empresa de telefonia, localizada no bairro Prefeito José Walter, em Fortaleza.

Com o início da investigação, a Polícia conseguiu recuperar 40 baterias, bem como identificou os envolvidos no crime. No primeiro momento, nessa quarta-feira, 5, os policiais civis encontraram, em um estabelecimento comercial, as baterias e um carro que possivelmente foi usado para subtrair os equipamentos, que são utilizados com o objetivo de oferecer ciclos de descarga profundos, evitando a queda do sinal de telefonia.

Os homens foram levados à delegacia, onde foram autuados em flagrante por furto qualificado e associação criminosa.

O povo