Governo não cobrará receita médica para vacinar crianças contra Covid


O Ministério da Saúde voltou atrás e decidiu não determinar a obrigatoriedade de receita médica para vacinação de crianças contra a Covid-19. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa na sede do órgão nesta quarta-feira (5/1).

Para a imunização do público, será necessário apresentar uma autorização dos pais. Caso o responsável esteja presente no momento da vacinação, não será cobrado um termo por escrito.

A intenção inicial do governo era exigir prescrição médica. Contudo, após a audiência pública realizada na terça-feira (4/1) com membros de entidades médicas, o Ministério da Saúde decidiu recuar.

O governo não determinou ainda o dia em que vai começar a vacinação. A expectativa é que as primeiras doses cheguem ao país em 13 de janeiro, com distribuição no dia seguinte aos Estados e municípios.

Com informações Metrópoles
Postagem Anterior Próxima Postagem