Passageiro deixa “aviso Covid” em ônibus após homem espirrar no local

Passageiro deixa “aviso Covid” em ônibus após homem espirrar no local

 

Um “aviso Covid” foi colado no banco de um ônibus em Praia Grande, no litoral de São Paulo, nessa quarta-feira (12/1). Nele, estava escrito: “Um moço estava espirrando nesses assentos (Covid). Não sente-se (Covid)”.

O cartaz teria sido colado no assento assim que o passageiro desceu do transporte público. O caso repercutiu nas redes sociais.

Em entrevista ao G1, um homem que estava na linha 17 no momento e que preferiu não se identificar conta o que aconteceu:

“Depois, ele desceu, e uma outra pessoa escreveu isso e colocou no banco, para alertar as outras pessoas, para não sentarem”, explica. O passageiro afirma que havia cerca de dez pessoas no veículo.

“Achei bacana [o aviso]. Mesmo os outros tossindo e tendo sintomas, as pessoas não passam álcool em gel na mão, e as empresas também não fazem a higienização direito, só uma vez por dia, que eu saiba. O cara fez a parte dele, de não sentar no local, e ainda colocou um aviso para alertar as outras pessoas que poderiam, eventualmente, sentar ali e pegar Covid, caso o passageiro tivesse”, declarou.

De acordo com o Leonardo Weissmann, infectologista do Instituto Emílio Ribas e diretor da Sociedade Brasileira de Infectologia, só há problema de sentar naquele local se o passageiro encostar a mão na poltrona que teve contato com uma eventual gotícula de saliva de alguém infectado, e depois levar até alguma mucosa, como o nariz, boca ou o olho.

Metrópoles