Aposentado acha dinheiro 'esquecido' em banco e faz consulta até de parente morto


O Banco Central liberou, nesta segunda-feira (14), a consulta do dinheiro "esquecido" pelos brasileiros em bancos, o que fez algumas pessoas descobrirem que têm dinheiro a receber. É o caso do aposentado Flávio Ribeiro, 77 anos, que desde cedo consultou o seu nome e o de diversos familiares, incluindo a esposa, filhos, genro, irmã e até de um parente que já faleceu há alguns anos.

"Já fiz a consulta cedinho. Olhei da minha mulher, do meu filho que mora nos Estados Unidos, uma filha que mora no Rio de Janeiro, minha filha que mora aqui em Fortaleza, do meu genro, minha irmã e até uma pessoa da família que já morreu. De todo mundo, umas dez pessoas, e ainda tem mais para olhar. Só quem foi agraciado em receber alguma coisa, por enquanto, fui eu, minha filha de Fortaleza e meu genro", contou sorrindo.

Flávio Ribeiro diz que a consulta é prática e fácil. Levou apenas alguns minutos. "Foi fácil entrar no site e saber se você tem direito a receber ou não. O passo a passo é bem explicativo. Agora é torcer e tomara que o valor que estiver lá faça valer a pena. Se for pouco não compensa ir lá no banco fazer a retirada", diz.

Apesar de brincar sobre a possibilidade de receber pouco dinheiro, reforça que é necessário a pessoa fazer a consulta. “Apesar das brincadeiras é importante todo mundo fazer a consulta. É um direito da pessoa saber se tem ou não o direito de resgatar algo. Nem que seja pouca coisa. Não custa nada, é fácil o acesso e rápido fazer. Pode valer a pena”, afirmou.

Como consultar
Está liberada novamente a consulta aos recursos 'esquecidos' pelos brasileiros nos bancos, depois da interrupção do serviço em janeiro, quando o volume de acessos derrubou o site do Banco Central.

O serviço foi restabelecido em uma página específica. Mas, no primeiro acesso, o cliente pode consultar apenas se há ou não recursos disponíveis. Por ora, basta informar o CPF ou CNPJ.

  • Acesse o site https://valoresareceber.bcb.gov.br/
  • Segundo o Banco Central, os clientes precisam do CPF, no caso das pessoas físicas, e do CNPJ, no caso das empresas, para consultar a existência de recursos para saque.
  • A página vai informar uma data para consultar os valores e solicitar o saque – anote esta data
  • Na data informada, retorne à página https://valoresareceber.bcb.gov.br/
  • Use seu login gov.br para acessar o sistema
  • Após o acesso, consulte o valor e solicite a transferência

G1 CE
Postagem Anterior Próxima Postagem