Menino que engoliu apito morre e família decide doar os órgãos

 

O menino de 7 anos que engoliu um apito e sofreu uma parada cardiorespiratória morreu na noite de quinta-feira (17). Ele ficou internado por seis dias no Hospital Pequeno Anjo em Itajaí, Litoral Norte. A família de Matheus de Oliveira aceitou realizar a doação dos órgãos do garoto.

"Foram dias difíceis. A gente tinha muita esperança e fé que daria certo, mas infelizmente não deu. Agora é conviver com a dor", afirmou a mãe Tieli Costa de Oliveira.

Matheus ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e respirava por ventilação mecânica após engolir o objeto.

"Estávamos na esperança de reverter o quadro, mas veio a notícia que o cérebro dele não tinha mais vida", disse a mãe.

O velório e sepultamento do menino está previsto para este sábado (19).

Acidente

O caso aconteceu no sábado (12) em Navegantes, na mesma região.

Segundo os bombeiros, o menino engoliu o objeto plástico, que tinha cerca de dois milímetros de espessura e cerca de três centímetros de comprimento.

O apito "provavelmente era de um brinquedo infantil", informaram os socorristas. 

Pedido de ajuda

Segundo o Corpo de Bombeiros, dois homens buscaram ajuda no quartel da unidade por volta as 16h30. O pai carregava o filho no colo e relatou que menino havia engolido um apito ficou inconsciente.

A equipe médica do local começou com o procedimento de reanimação do garoto enquanto os socorristas do Arcanjo-03 se preparavam para assumir o atendimento.

Durante a manobra, o menino expeliu o apito. Ele foi levado ao hospital em seguida.

A Polícia Civil informou que até as 16h de quinta-feira (17), a ocorrência não foi registrada na delegacia do município.

G1

Postagem Anterior Próxima Postagem