Proprietários de lavanderia são presos suspeitos de não devolver roupas de clientes

Foto: divulgação/Polícia Civil

Um casal de Brasília foi preso na manhã desta quarta-feira, 9, pela Polícia Civil após suspeita de não devolver as roupas dos clientes que usavam serviço de delivery oferecido pela empresa. A dupla foi identificada como Arthur Silva Almeida, de 39 anos, com antecedente criminal por apropriação indébita e Sarah Santos Chaves, de 30 anos.                                
                            
Por meio das redes sociais, os dois ofereciam um serviço de lavagem de roupas e iam até a casa do cliente para buscar o material, no entanto, nada era devolvido. Após o registro de Boletim de Ocorrência no 13º Distrito Policial pelo crime de apropriação indébita, os policiais civis identificaram os suspeitos e realizaram a prisão.

A lavanderia de fachada funciona em um local insalubre e não possuía documentação que autorizasse os atendimentos. Dezenas de roupas estavam espalhadas pelos compartimentos da casa. Os suspeitos Sarah Santos e Arthur Silva foram levados à delegacia e autuados por apropriação indébita e exercício ilegal de profissão e atividade. Os dois estão à disposição da Justiça.

O Povo Online
Postagem Anterior Próxima Postagem