Uma semana após volta as aulas, escolas da rede municipal de Santa Quitéria mantém os protocolos e tranquilizam receios dos pais

Foto: Viviany Morais / AVSQ

O início do ano letivo de 2022 nas escolas de rede pública de Santa Quitéria começou no último 1º de fevereiro, de forma 100% presencial para todos os alunos de Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II. Com o avanço da vacinação das crianças, os alunos da Educação Infantil voltaram para escola. Dessa forma, surgiram muitos questionamentos devido a pandemia da Covid-19. Além disto, os pais das crianças sentiram receio, por causa da disseminação do vírus.

Com isso, todas as escolas, alinhadas com a Secretaria de Educação foram orientadas a tomar medidas necessárias, seguindo todos os protocolos e cuidados necessários. Além do mais, o uso do modelo de máscaras padrão em todo Estado do Ceará para alguns setores, incluindo as escolas, foi anunciando em janeiro pelo o Governador Camilo Santana (PT), a máscara ideal é N95 ou similares.

A diretora Maria Luiza Paiva, da escola Francisca Geracina Lobo de Mesquita (Centro), comentou sobre a retomada. “Eu fiquei muito surpresa, porque eu achava que ia vim menos, mas foi uma procura grande, uma renovação de matrícula em massa e está havendo procura sim e a gente tá procurando da melhor maneira possível encaixar, receber com todo cuidado para que não haja uma super lotação”, afirma a docente.

Segundo a diretora Maria Luiza, quando foi anunciado o retorno das aulas 100% presenciais, muitos pais a procuraram para saber mais sobre o assunto. “No início quando foi falado que as aulas iam começar 100% presenciais, eu fui procurada por alguns pais, com medo da doença, medo de se contaminar e eu falei que a gente infelizmente não pode dizer que não vai acontecer, não podemos dizer isso, mas a gente está aqui, pra tentar fazer com que as coisas não aconteçam, que eles se cuidem, sigam as orientações, tanto o gestor, como os professores”, conta ela.

De acordo com a diretora Clélia Martins, da escola Almerinda Jucá (Cohab), a volta das aulas presenciais está sendo tranquilo, alguns alunos ainda não estão indo por causa da virose, mas justificam a sua falta. Ademais, não está havendo intervalo, para evitar contato entre as crianças. 

Além disso, a vacinação para as crianças de até 11 anos está sendo orientada por todas escolas municipais. Na escola Deputado Chico Figueiredo (Pereiros), a coordenadora Jane Pinto comentou um pouco sobre a forma de orientação que estão tendo com os pais. “A gente fez esse estudo desde o início, a gente sempre está co5locando nos grupos de whatsapp, para que as mães tenham consciência que esse aluno tem que está vacinado, pra evitar caso venha pegar que seja leve e graças à Deus aqui na escola, a maioria dos alunos estão vacinados e os que não estão vacinados, a gente está orientando para que logo tomem essa vacina”, explica a coordenadora.

O retorno das aulas 100% presenciais de crianças até 11 anos no Ceará, foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), em Janeiro. Desde então, foi exigido a cumprimento dos protocolos de segurança nas escolas, incluindo o passaporte sanitário para professores e colaboradores.
Postagem Anterior Próxima Postagem