Ambientalista denuncia que cavalos-marinhos são retirados do mar para exibição a turistas em Jericoacoara, no Ceará


A ambientalista Luisa Mell usou as redes sociais para denunciar que cavalos-marinhos estão sendo retirados do mar no Parque Nacional de Jericoacoara, na costa oeste do Ceará, para serem exibidos a turistas durante passeios. Vídeos mostram os animais dentro de potes de vidro.

"São animais super sensíveis, o simples tocar pode remover o muco de sua pele, que é uma proteção natural, prejudicando muito a saúde do animal. E imagine o stress de ser retirado da água. Pelo amor de Deus, deixem os animais em paz", escreveu Luisa, na mensagem.
A mensagem, postada na sexta-feira (11), reproduz um vídeo do representante do abrigo para animais São Lázaro, em Fortaleza, Apollo Maychrovicz, com crítica ao manuseio dos cavalos-marinhos.

A ambientalista disse que empresas de turismo da região "exploram'' esses animais. A Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara, informou que esse tipo de atividade "não está sob jurisdição municipal" sendo de competência exclusiva do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão do Governo Federal. A prefeitura também disse que não foi concedida qualquer licença ou autorização municipal e que vai apurar a denúncia e notificar os responsáveis para que tomem providências.

'Condutores habilitados'
O ICMBio, por sua vez, afirma que os passeios que envolvem cavalos-marinhos no Parque Nacional de Jericoacoara só podem ser realizados por condutores habilitados pelo instituto. "A instituição promove cursos de capacitação para correto manejo destes animais e as infrações ocorridas são devidamente apuradas", afirmou.

G1 CE
Postagem Anterior Próxima Postagem