Camilo diz que única contribuição de Wagner para a segurança foi "fazer dois motins"


O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), rebateu duramente as críticas usuais feitas pelo deputado federal e pré-candidato ao governo do Estado Capitão Wagner (Pros) sobre a Segurança Pública no Ceará. Nesta quinta-feira, 10, o petista afirmou que a única contribuição do opositor para a segurança do Estado foi “fazer dois motins que prejudicaram a população do Ceará”. 

“Queria saber qual é a sugestão dele (Wagner) para a Segurança Pública? Algum de vocês sabe? A única contribuição que ele deu, ao longo desse tempo, para a segurança foi fazer dois motins que prejudicaram a população do Ceará. Se vocês, repórteres, disserem uma sugestão, uma, que ele deu para a segurança pública. Ninguém sabe”, disparou Santana, durante o lançamento do Programa Integrado de Prevenção e Redução da Violência (PReVio), no Palácio da Abolição.

No final da tarde, sem mencionar nomes, Wagner usou as redes sociais para apresentar três propostas para o que chamou de #CearáSemMedo. "Soluções para um Ceará sem Medo: Dobrar o número de policiais nas ruas do Estado; Investimento pesado em inteligência; Plano de ação social nas áreas mais vulneráveis", escreveu.

Segundo Camilo, seria mais produtivo que as lideranças de oposição, como Wagner, ajudassem a construir soluções para o problema. "Ao invés de estarem fazendo apenas a retórica, poderiam estar ajudando a construir nessa área que ele diz ser um especialista. Qual a contribuição que ele tem dado nessa área como parlamentar? Não vou entrar no debate dele. A política se faz de forma coletiva, dialogando, contribuindo e é isso que estamos fazendo aqui”, reforçou.

O POVO
Postagem Anterior Próxima Postagem